Projetos futuros

1. Preencher as estátuas com mantras e substâncias tradicionais.

2. Consagração das estátuas (serão quatro estátuas; e as consagrações poderão ocorrer em momentos diferentes).

3. Pintura da Estátua do Guru Rinpoche e telhado – Isso requer muitos detalhes e Lama Chimed para supervisionar.

4. Construção do Palácio de Gesar no Norbu Ritse (topo de nossas terras).

5. Substituição do telhado do templo – Como todos sabem, o telhado do templo é muito velho, de telhas de zinco, e possui a tendência de produzir muitas goteiras; faz muito calor, especialmente nos dias de sol, além se ser muito ruidoso durante as chuvas. Isto foi um grande problema durante a cerimônia do Losar deste ano (2013); os participantes fizeram oferendas para começarmos uma conta visando a substituição do telhado. Até agora, o que conseguimos juntar na conta foi um valor baixo; contudo, a interdependência de iniciarmos esse processo deu origem ao planejamento e identificação de soluções práticas.

6. Construção do Portão Tradicional Tibetano e reparos na estrada principal do Gonpa – Um portão tradicional sempre esteve na lista de necessidades de Lama Chimed. Chuvas pesadas, e o aumento das chuvas neste verão, tornaram o caminho muito mais difícil para muitos automóveis; portanto, esperamos tratar desse assunto em um futuro próximo.

7. Construção da Estátua de Tara Verde – ela ficará sentada a esquerda de Guru Rinpoche.

8. Entalhes de dragão e detalhes sobre colunas do Telhado de Guru Rinpoche – Lama Chimed planeja adicionar tais detalhes sobre as duas colunas dianteiras.

9. Rodas de Oração – água, vento e acionados manualmente. Esse projeto começou em 2011 mas ainda não está finalizado.

10. Ampliação do Dormitório – atualmente temos um dormitório pequeno, com dois quartos que acomodam quatro pessoas cada, e um terceiro quarto que é uma suíte. Durante o Drupschod do Buddha da Medicina deste ano (2013) nós ficamos lotados, por isso no próximo ano precisaremos ter mais quartos disponíveis para os participantes.

11. Reforma dos fundos do templo e construção de uma loja.

12. Segunda Caixa d’água para abastecimento do Gonpa: A medida que o Gonpa incrementa suas atividades, e o número de participantes aumenta, precisamos considerar a expansão de nosso sistema de abastecimento de água, para incluir nossa segunda fonte de água: a nascente longínqua, situada no extremo superior final de nossa propriedade.  Em 2010 tivemos muitos vazamentos no encanamento, o qual já é bem antigo, e precisamos realizar muitos reparos e substituições de canos que estão ligados à caixa d’água mais abaixo. E em 2011, foi doado um tanque de 6.000 litros para se conectar com esse reservatório. Em 2012 nossos novos vizinhos, que utilizam água de nossa nascente, substituíram seus encanamentos e, ao compartilhamos esses custos, ganhamos uma conexão em “T” para nosso uso futuro. Essa conexão será usada para abastecer uma caixa d’água maior, suplementando assim nossa capacidade de uso, e atendendo às nossas crescentes necessidades. Para essa obra ainda carecemos de recursos.

13. Construção de uma Stupa para Vajrasattva no topo do prédio com a roda de orações – Essa foi uma das imagens que veio ao Lama Chimed, em seu primeiro sonho com estas terras. No Tibet, é comum a combinação da stupa e da casa de abrigo às rodas de orações manuais.

14. Finalização da Casa do Lama – Ao longo dos dois primeiros anos a antiga “casa pequena” foi utilizada para hospedar os visitantes e pessoas em retiro. No inverno de 2011, conseguimos substituir as janelas antigas, as portas, e estender o telhado, em preparação para a adição de uma sala de entrevista privativa com Lama Chimed, e do novo quarto principal. Hoje esta é a “casa do Lama” e está muito melhor que antes, mas está se tornando pequena demais para as inúmeras atividades do Lama Chimed, bem como para as entrevistas privadas. Esperamos por terminar mais um quarto nesta casa o mais breve possível.

15. Construção de uma grande estátua do Buddha da Medicina – na direção norte do Templo; e a leste outragrande estátua de Vajrasattva.

16. Construção de sete chalés para retiro – Lama Chimed realmente gostaria de prover espaços apropriados que para seus estudantes possam realizar retiros isolados. Atualmente, as pessoas que vêm fazer retiros aqui acabam tendo algum contato com terceiros, ainda que restrito; pois o completo isolamento, de fato, é difícil, já que o espaço que dispomos para retiros também é acessado por outros visitantes, trabalhadores e voluntários que estejam no Gonpa. Chalés individuais no lado mais isolado das terras, isto é, ao longo da encosta onde não há circulação de pessoas, com acesso restrito, proporcionarão o local perfeito para retiro e isolamento.

17. Palácio dos Nagas: Nagas são deidades aquáticas, que ajudam na realização dos desejos, promovem a paz, e removem obstáculos, purificando todas as doenças e distúrbios emocionais. As Nagas pertencem à categoria das deidades locais, que se dividem em três níveis: deidades deusas, deidades da terra e deidades da água. No Tibet, sempre se constrói uma pequena estrutura, perto de uma fonte d’água; e Lama Chimed possui planos de realizar isso aqui.

18. Construção de stupas nas quarto direções – Stupas colocadas nas quatro direções, em torno de nossas terras, para demarcar a propriedade do Gonpa.

19. Sistema alternativo de energia – solar e/ou hidroelétrica. Temos em nossas mentes a necessidade da conservação ambiental no desenvolvimento de todas nossas atividades. Assim, como estamos com uma crescente necessidade de consumo de energia, a instalação de um sistema alternativo e gratuito de abastecimento energético não só beneficiará a região, como também nos livrará de um gasto mensal adicional.

20. Experiência cultural budista tibetana para jovens – Incluindo arte tibetana e narração de histórias:  Uma das aspirações do Lama Chimed é poder trabalhar com crianças para expandir as suas experiências culturais. Ele gostaria de poder conduzir aulas uma ou duas vezes por mês, nas quais crianças de 15 anos ou menos poderiam aprender alguns aspectos da arte, idioma e valores tibetanos. Alguns desses ensinamentos seriam no formato tradicional tibetano de contar histórias, e outros seriam aulas práticas, trabalhando com material artístico.

Projetos Finais

– Palácio das Cem Deidades Pacíficas e Iradas

– Palácio de Zithow – com o templo para prática, abaixo.

– Estátua Gigante do Buddha Maitreya

– próxima do topo de nossas terras.