Gesar

Gesar é filho dos Vitoriosos e nasceu em um corpo humano para beneficiar a todos os seres nos três reinos.

Ele nasceu no Kham, Golok, no Tibete, no reino de Ling, próximo à região da grande deidade local Magyal Bomra, no ano do tigre da terra, aproximadamente 1037 anos atrás. Muitos anos antes disso, Guru Rinpoche mencionou, em um ensinamento em Lhasa Samye, à época de sua construção, que Gesar viria.

A mãe de Gesar, chamada Gumo, era filha do rei naga Tsuna Rinchen. Guru Rinpoche profetizou ao pai dela, o rei, que Gumo deveria se casar com Selen, filho em forma humana de Magyal Bomra, a poderosa deidade local que dominava a área onde nasceu Gesar. Gumo, quando veio para entre os humanos, trouxe os 12 volumes (em tibetano, “bum”) dos ensinamentos do Buddha Shakyamuni dados aos Nagas. Guru Rinpoche entendia que Gesar precisaria de tal mãe e tal pai, pois esta família específica seria o suporte adequado para a atividade de Gesar de benefício a todos os seres nos três reinos.

Então, em um dia auspicioso, Gumo casou-se com Selen e, à margem direita do rio Ma Chu, nasceu Gesar. Ele é a corporificação das qualidades da Três Montanhas: Manjushri – Conhecimento Transcendente; Chenrezig – Amor e Compaixão; Vajrapani – Poder. Antes de nascer, ainda no ventre de sua mãe, Gesar recitou os mantras das Três Montanhas: Om Wa Ki Sho Ri Mo, Om Ma Ni Ped Me Hung, Om Vajra Pa Ni Hung. Tão logo nasceu, ele pôs-se a subjugar seres negativos e aqueles que causam impedimentos, maras, fantasmas, demônios, reis-demônios e toda sorte de manifestações negativas. Antes de tornar-se o Rei de Ling, ele realizou diversos feitos incríveis, maravilhosos.

Quando chegou o tempo certo, um de seus dois tios, uma emanação de Hayagriwa cujo nome era Tro Tu, recebeu uma profecia do próprio Hayagriwa por meio de um sonho, de que aquele era o momento para uma corrida de cavalos, pois era chegado o tempo de Gesar ser o soberano de Ling. Essa corrida de cavalos era a interdependência necessária para que Gesar se tornasse o Rei de Ling.

Ele foi então entronado, e seu nome tornou-se Gesar, Rei de Ling. Os 80 Vencedores Gloriosos, seu séquito, eram emanações dos 80 Maha Siddhas. Durante seu reinado, Gesar subjugou todos os 18 principais reinos de demônios, entre outros, e girou a Roda do Dharma, ensinando a humanos e outros seres a base do caminho para a iluminação. Por meio desta atividade, todos os países tornaram-se pacíficos e harmoniosos, e todos os seres sencientes foram liberados do sofrimento.

Lama Chimed Rigdzin ensina que a dança e a prática de Gesar são muito importantes nestes tempos. Esta época é chamada Época da Degeneração porque nós, humanos, temos nos engajado em ações e pensamentos negativos, trilhando o caminho negativo. Isso significa que a degeneração não é por causa da época propriamente dita, mas sim por causa da negatividade entre nós, humanos. Esse engajamento em ações e pensamentos negativos vem da influência de seres locais negativos. Por este motivo, Gesar é tão importante, pois ele tem o poder de subjugar tais negatividades, fazendo a paz no mundo.